Defesas

Aluna: Bruna de Sillos

 

Data: 29/09/2020, 15h, com transmissão ao vivo: https://stream.meet.google.com/stream/4f1e0947-4b63-43ba-a6ab-43040f2baec1

 

Título da dissertação: Redes sociais e democracia: um caminho para maior participação popular? Análise do debate online sobre os destinos do Minhocão

 

Resumo: No presente trabalho foram analisados os grupos da Rede Social Facebook que discutem os destinos do Elevado João Goulart conhecido popularmente como Minhocão, quais sejam: “Cecílias e Buarques”, “SP sem Minhocão” e “Parque Minhocão”, visando compreender se as redes sociais podem representar uma possibilidade de maior participação popular nas decisões de interesse público, cumprindo assim maior legitimidade à democracia. Trata-se de uma pesquisa sociojurídica, de cunho qualitativo e o trabalho se divide em duas etapas, sendo a primeira a revisão bibliográfica da literatura referente à democracia como modelo teórico-político, às especificidades da democracia brasileira, às possibilidades da democracia participativa e estudos sobre a Ciberdemocracia, apresentando o debate sobre as inovações interativas das tecnologias digitais e seus impactos sociais, econômicos e políticos nas sociedades contemporâneas. Na segunda, foi utilizada a análise documental para subsidiar o estudo de caso sobre a discussão do Elevado Presidente João Goulart/Parque Minhocão, entendido, aqui, como importante objeto empírico por permitir analisar a instrumentalização das redes sociais para a construção do debate público sobre um tema de relevância social e política, contribuindo, deste modo, para a produção de conhecimento sobre limites e potencialidades da e-democracia para o fortalecimento do processo democrático brasileiro. Partimos da prerrogativa de que as redes sociais sejam um ambiente propício ao fomento da participação popular visto ocorrer um debate nela sobre a temática de importância pública e desdobramentos com outras ações offline. Contudo, a utilização das redes também padece de vícios como a própria exclusão digital, a concentração informações por grandes conglomerados como o Facebook, a manipulação de grupos por interesses e, nesse caso, a tecnicização do debate.

 

Banca: Prof. Dr. Rubens Beçak (orientador), Prof. Dr. João Sette Whitaker Ferreira (FAU/USP), Profa. Dra. Elisaide Trevisam (UFMS), Prof. Dr. Nuno Manuel Morgadinho dos Santos Coelho (FDRP/USP)

 

 

Contato

Vania Prudencio
Telefones:
(16) 3315-0145
(16) 3315-8722
Email: posgrad_fdrp@usp.br